My Post 1200x500 - Logística Integrada: O que é e como se beneficiar

Logística Integrada: O que é e como se beneficiar

O que é logística integrada?

O gerenciamento da logística integrada é um novo fenômeno no sistema de Supply Chain Management (SCM) que está se tornando popular dia a dia. Logística integrada é um processo de planejamento, coordenação e organização das atividades operacionais, de modo a otimizar a produtividade para garantir o sucesso. Com as empresas que hoje buscam uma melhor conectividade e colaboração em tempo real, o conceito de logística integrada é uma comunicação inteligente.

logística integrada

Tornar os processos eficientes e “mais inteligentes” só é possível, permitindo a colaboração em tempo real entre pessoas, processos, dados e dispositivos. Desde a criação de ordens de trabalho até  a entrega ao cliente, a coordenação entre as várias partes interessadas ajuda a construir uma operação eficiente e sem complicações, melhorando a eficácia das operações.

Como funciona o processo da logística integrada?

O processo logístico inicia-se na escolha correta e no estabelecimento de parcerias com os componentes de uma cadeia produtiva, exigindo e que o canal de distribuição esteja apto a atender as necessidades e expectativas do cliente final.

Diante deste cenário, muitas organizações vem empreendendo esforços para organizar uma rede integrada (Suppy Chain Management) e realizar de forma eficiente e ágil o fluxo de materiais, que vai desde os fornecedores até os consumidores finais garantindo a sincronização com o fluxo de informação.

Nos últimos anos, a intensificação da concorrência no varejo mudou drasticamente a maneira como as empresas varejistas operam seus sistemas de distribuição. Além disso, todas as empresas enfrentam a pressão e planejam mudar digitalmente a maneira como eles interagem com os clientes. Essas mudanças incluem a aplicação de logística integrada, um conceito para análise e design de cadeias de suprimentos e uso extensivo da tecnologia da informação para obter uma vantagem competitiva.

Por que Supply chain management (SCM)?

Um dos desafios nas organizações é operar de forma eficiente e eficaz com vistas a garantir a continuidade de suas operações, obrigando-as a constante busca de vantagens competitivas.

O gerenciamento da cadeia de suprimentos visa responder a questão de como agregar mais valor e, ao mesmo tempo, reduzir os custos, garantindo aumento da lucratividade nas operações da organização. Essa é a diferença de fazer logística e gestão de logística integrada.

Sucesso no gerenciamento de cadeias de suprimentos, por muitos, considerado a última fronteira de na redução de custos, é um diferencial competitivo que não pode ser descartado no processo de globalização em que vivemos, ou seja, processos produtivos, operacionais e industriais, ou melhor dizendo, internos de cada empresa, já são extremamente difundidos e organizados globalmente.

logística integrada

 Benefícios ao utilizar um sistema SCM

  • Auxilia na troca de informações entre todos os colaboradores,  porque a informação é conhecida por todos que fazem parte da cadeia e acesso a uma maior diversidade de informações.
  • Reconhecer rapidamente quais são os meios de ganho e também das falhas, pois por conta de toda essa conexão dos sistemas é possível rapidez nas decisões.
  • As possibilidades de integração e sinergia entre diversos fornecedores por conta das informações oferecidas e redução de custos operacionais.
  • Uma vez que deixa de ser foco de uma única empresa e passa ser foco de uma cadeia como um todo, a maximização dos lucros acaba sendo entre todos os setores, por exemplo, fornecedor, empresa e o cliente final.
  • Uma vez integrando é possível reduzir falhas, como por exemplo, atrasos na entrega, falta de produto no estoque ou até mesmo também de mercado, melhorando o atendimento com foco no cliente de forma eficaz.

Conclusão

Sendo assim, para desbloquear a rentabilidade nas operações de logística, bem como a vantagem competitiva, ter agilidade em diferentes processos da logística significa ter controle no fluxo logístico, ou melhor dizendo, organizar as atividades dos setores da empresa de forma otimizada, desde a origem da matéria-prima até o transporte e distribuição do produto ao consumidor final.

Para finalizar esse gerenciamento, o foco em otimização deixa de estar apenas nos processos logísticos, para melhorar os resultados de todas as etapas envolvidas, da empresa e da cadeia, de um modo geral.

Augusto Spineli

Add comment