Gestão

Gargalos logísticos como driblar com o agendamento de cargas

marketing
Escrito por marketing em 30 de abril de 2020
Gargalos logísticos como driblar com o agendamento de cargas
Junte-se a mais de 5000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Os gargalos logísticos são caracterizados como: “todos os pontos dentro de um sistema industrial que limitam a capacidade final de produção”.

E por capacidade final de produção entende-se a quantidade de produtos disponibilizados ao consumidor final em um determinado intervalo de tempo.

Então, uma empresa pode apresentar um gargalo de produção quando a maioria das suas etapas possui uma certa velocidade de produção.

E se, uma única etapa possui uma velocidade muito menor do que as outras, então, acaba atrasando todas as etapas seguintes.

Ou seja, a logística pode se tornar um gargalo na produção, quando o seu processo for mais lento do que os outros.

Portanto, alguns fatores podem acarretar nessa demora e lentidão no setor logístico, como infraestrutura precária e filas.

Estradas

No Brasil, é notável, as condições precárias que as estradas e rodovias se encontram.

Buracos, acessibilidade ruim, falta de segurança, são, infelizmente, algumas das características das estradas brasileiras.

Cerca de  87% delas são de pista simples e 40% das estradas não têm acostamento.

E, mais ou menos 50% não têm nem placa de aviso antes de curvas perigosas. Estes fatores geram altos custos, falta de segurança e risco de acidentes para quem se desloca pelo país.

Filas

Um dos grandes gargalos logísticos, e também gerador de um significativo gargalo na cadeia de suprimentos é a formação de filas nos pátios de empresas e nos portos.

Portanto, estas situações impedem que a carga seja entregue ou embarque no tempo certo.

Alem de todo o estresse que faz com que os caminhoneiros se submetam, e ainda gerando trânsito.

Atrapalhando não só quem está trabalhando, mas também, os outros motoristas que estão nas estradas e ou outros funcionários das empresas.

Mas quais soluções adotar para eliminar os impactos com filas e reduzir os custos de uma estrutura precária?

O Porto de Paranaguá já está, há cerca de quatro anos, sem concentrar filas nas suas docas.

O problema foi resolvido por meio do implantamento do agendamento de cargas.

A programação do porto é organizada de acordo com a ordem dos navios para atracar. Todos os dias, a equipe de logística se reúne para programar a chegada dos caminhões carregados de grãos.

Diante dessa situação, em que precisa-se driblar esses fatores e analisando a mudança que acabou com as filas no Porto de Paranaguá.

Como resultado, chega-se a conclusão que ter controle sobre horários e execução de ações pré determinadas é essencial para reduzir custos e sair na frente no mercado.

O agendamento de cargas tem como objetivo principal evitar filas, concentração de veículos no pátio ou planta das empresas, portos ou cooperativas e perda de tempo por meio do agendamento prévio de horários.

Entenda no post a seguir como o agendamento de cargas pode te ajudar a eliminar custos logísticos.

Custos Logísticos, entenda como o agendamento pode eliminar gastos

Pensando nisso, a Accellog Global Technology, desenvolveu o Carga Pontual, que é uma solução eficiente para toda a Cadeia de Suprimentos, Logística Integrada e Operações de Inbound e Outbound.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *